Bem-vindos ao Gal Gadot Brasil, sua fonte brasileira de notícias sobre a atriz Gal Gadot. Aqui você encontrará uma variedade de notícias traduzidas, fotos, informações sobre projetos e muito mais. Não deixe de nos acompanhar nas redes sociais para continuar se mantendo atualizado. Visite também a nossa galeria de fotos para ter acesso a imagens em alta qualidade da Gal. Somos um site sem fins lucrativos, não-oficial e sem qualquer afiliação à Gal ou qualquer pessoa associada a ela. Todos os vídeos e fotos pertencem aos seus respectivos donos, a não ser que seja informado o contrário. Agradecemos a sua visita e esperamos que volte sempre.

Gal Gadot e Patty Jenkins são capa da revista Deadline no mês de dezembro, onde concederam uma entrevista que mostrou o entrosamento da dupla. Confira a tradução abaixo:

No primeiro dia em que se conheceram, Patty Jenkins e Gal Gadot, entraram em um restaurante de sushi e não pararam de falar por quatro horas. “Nós duas somos apaixonadas por tantos assuntos“, diz Gadot. “Vida familiar, Segunda Guerra Mundial, Holocausto, os seres humanos, raça, política. Estávamos chateadas e ficamos felizes emocionadas “.

Essa conversa ainda está em andamento. Meses depois do filme, Mulher-Maravilha, ter se tornado o maior sucesso do verão, o par continua com química, tanto que falam em sincronia. Elas não concordam, elas se sobrepõem, ambas as vozes preenchendo o quarto ao mesmo tempo como duas harmoniosas guitarras.

Percebemos muito rapidamente que queríamos fazer o mesmo“, diz Jenkins. Eles sonhavam em fazer um clássico filme de super-heróis no de estilo Richard Donner  – que fosse emocionante, romântico e engraçado e, acima de tudo, inspirador. Jenkins não contratou Gadot. A estrela já fazia parte da franquia após a breve estréia da Mulher-Maravilha em Batman vs Superman: A Origem da Justiça. No entanto, ambos sabiam desde a  primeira reunião que eram uma combinação feita em Themyscira.

Gadot ri , “Estávamos destinadas a estar juntas“.

Desde então, elas se tornaram cada vez mais próximas. Elas filmavam seis dias por semana, e no sétimo dia, se juntavam com os filhos de ambas. No final das filmagens, depois de meses de acrobacias, chuva e cansaço físico, quando o joelho de Gadot começava a doer, o de Jenkins também doía. “O nosso relacionamento se tornou simbiótico“, diz Gadot. “Se meu ombro direito estivesse dolorido, o ombro esquerdo dela também estava. Ela estava refletindo minha dor “.

Gadot ganhou os músculos doloridos de uma estrela de ação. Mas, para se preparar para as cenas de batalha, ela e Jenkins se preocupavam mais em calibrar os sentimentos internos da Mulher-Maravilha do que a cenas de luta. Pergunto a elas sobre como filmar as cenas centrais em uma terra sem homens, um balé em câmera lenta de balas e tiros de canhões, e Jenkins se concentra nas cenas conversativas antes da carga perigosa e na frustração de uma continuidade de Mulher-Maravilha ser informada não.

Eu não pensei na de atingir ou de atacar“, diz Gadot. “Sempre foi, ‘Qual é o meu estado emocional? Por que vou fazer isso?’Jenkins pediu a Gadot que ajustasse a raiva da Mulher-Maravilha, geralmente, deixando-a baixa.

Ela não é viciosa“, diz Jenkins. Assista atentamente e observe Gadot lançando sua espada para espancar os alemães com o punho não fatal.  As audiências são usadas para blockbusters que pausam o enredo durante as cenas de ação para que as pessoas possam torcer. Mas estude os movimentos de Gadot e veja como a Mulher-Maravilha revela dimensões de sua personalidade, mesmo quando ela corre silenciosamente por um campo.

A história não para porque você está lutando“, diz Jenkins. “A luta é a história“.

Exatamente!“, Diz Gadot. “Para-para-” Ela acena as mãos procurando a palavra certa.

Demonstrar emoção?” Adivinha Jenkins, lendo sua mente.

Sim! Para expressar-se!Gadot sorri.

Atuar é tão corpóreo“, diz Jenkins. “Estamos lendo vários tipos de micro-pistas sobre outro ser humano e o que eles querem. Como ela está de pé, como ela está se sentindo, como ela está  se sentindo por dentro, como ela está se aproximando, são coisas sutis. As falas que ela diz são apenas uma parte disso.

A Mulher-Maravilha anda com confiança porque acredita que o mundo é amável. E quando é revelado que não é, sua linguagem corporal muda. Agora, sua confiança está em camadas – emoções que Gadot pensou muito antes de filmar cada cena  para que, quando ela estivesse no momento, ela não precisaria estar conscientemente delas. Ela imaginou-se usando as qualidades da Mulher-Maravilha quase como uma segunda roupa. A vida interior do personagem contou-lhe como se agir.

Essa cena crucial na torre de controle, onde a Mulher-Maravilha descobre que matar Ares não resgata a humanidade de sua fome de violência, foi um dos mais difíceis de obter. Os seres humanos crescem sabendo que são capazes tanto do bem como do mal. A Mulher-Maravilha pensou que éramos melhores do que isso, uma inocência que é tão estranha para os adultos, que parece ignorância. “É fácil ficar condescendente“, diz Jenkins. Gadot não estava apenas lutando contra o deus da guerra – ela teve que lutar contra o cinismo do público.

Grandes cenas de desempenho, onde voltas emocionais muito sensíveis importam, não acontecem durante a noite”, diz Jenkins. Ela se volta para Gadot e sorri. “De vez em quando eles acontecem! Como a cena da dança! “, Ela diz, pensando na cena em que Gadot e Pine se balançam na praça da cidade de aldeões libertados. “Essa foi a coisa mais fácil!

Gadot encolhe os dedos, “Como da primeira vez!

Tanto ela quanto Chris são super inteligentes“, diz Jenkins. “Como resultado, a rapidez de sua dinâmica, a velocidade de pequenas coisas como o movimento dos seus olhos e o tempo de reação, é incrível para mim“.

Tenho muita,  muita sorte de que o mundo fez com que Patty dirigisse esse filme“, ​​diz Gadot, radiante. A atriz fica irritada quando as pessoas pensam que Jenkins apenas se tornou diretora de Mulher Maravilha por ser mulher. “Não, Patty foi o diretor certo porque sabia exatamente o que queria e como obtê-lo“, insiste Gadot. Jenkins trabalha em torno de sets desde a idade de 20 anos, construindo seu currículo de operador de câmera para diretor de curta-metragem para o hitmaker feminino mais bem pago, bem, devemos agradecer ao seu salário para a continuidade de Mulher-Maravilha

Além disso, Jenkins nunca para de filmar até que ela tenha a cena perfeita. “Patty sempre dá o seu melhor“, diz Gadot, de modo que todo mundo no set se torna igualmente investido, até o ponto em que quando a estrela teve que filmar enquanto estava grávida de cinco meses – sua barriga foi pintada de verde para que pudesse ser animada na edição – Gal estava de bom grado atirando-se no chão durante as cenas. Eles decidiram não fazer uma segunda tomada das cenas.

No último dia da filmagem, Jenkins era ainda mais um perfeccionista do que o habitual. Era o aniversário do criador da Mulher-Maravilha, William Marston – pura coincidência – e tudo o que eles precisavam era uma cena final de Gadot agachada no chão. Mas Jenkins não conseguiu parar de pedir retomadas. Poderia Gadot inclinar-se mais para a frente? Ela poderia levantar o pé? As posições ficaram mais estranhas e estranhas. Certamente, eles tinham as filmagens? Jenkins teve que sufocar suas risadinhas. Ela simplesmente não queria que o filme terminasse.

Ela me pregou uma peça!“, grita Gadot. Ambos começaram a rir. A Mulher-Maravilha poderia ter descoberto o problema mais cedo com o laço da verdade. Mas a atriz não se importa nem um pouco.

Inicio > Scans de revistas | Magazine Scans > 2017 > Dezembro – Deadline Hollywood

Inicio > Ensaios Fotográficos | Photoshoots > 2017 > Josh Telles – Deadline

 

Fonte | Tradução e adaptação – Gal Gadot Brasil

Deixe um comentário!
Agenda

Velozes & Furiosos 5 as 00h40, no Telecine Action
Velozes & Furiosos 4 as 14h15, no Megapix
Liga da Justiça as 12h40, na HBO 2
Início das filmagens de Morte no Nilo em Londres